Jurista, professor e político, Joaquim Vilela de Castro Tavares nasceu no Recife, a 02-02-1816. Em Pernambuco, foi deputado provincial em várias legislaturas e uma vez deputado-geral.

Em 1853, foi nomeado presidente da província do Ceará, cargo do qual foi demitido em seguida.

Colaborou em vários jornais recifenses e publicou o livro "Instituições de Direito Público Eclesiástico, Precedido de uma Introdução em que se Explicam os Fundamentos da Religião Cristã" (Recife, 1856). Morreu no Recife, a 11-03-1858.