Jornalista, religioso e político, Miguel do Sacramento Lopes Gama, ou Padre Carapuceiro, nasceu no Recife, a 29 de setembro de 1791. Entrou para o Mosteiro de São Bento (Olinda) em 1805; depois transferiu-se para a Bahia onde recebeu as ordens religiosas e, em seguida, retornou a Pernambuco.

Professor de Retórica no Seminário de Olinda (1817); redator do Diário do Governo (1823); diretor da Tipografia Nacional (1824); vice-diretor dos cursos jurídicos de Olinda (1840).

Eleito deputado à Assembléia Provincial de Pernambuco, elege-se em 1852 representante da província de Alagoas ao Parlamento Nacional. Publicou vários livros, entre os quais "Lições de Eloqüência Nacional" (RJ, 1846) e "Observações Críticas sobre o Romance do Senhor Eugenio Sue, o Judeu Errante" (PE, 1850). Fundador do jornal O Carapuceiro (1832).

Morreu a 09 de dezembro de 1852.