As obras de construção do convento são de 1663. A igreja teve início naquele mesmo ano e só foi concluída em 1767. Entre 1817 e 1846, por conta de insurreições em Pernambuco, os carmelitas abandonaram o convento que foi transformado em quartel de tropas e hospital militar.