Tombado, em 1982, pela Unesco, como Patrimônio Cultural da Humanidade, ocupa uma área equivalente a 10% de toda a extensão territorial da cidade. Não são apenas imponentes prédios isolados, mas ruas inteiras que preservam seus traçados originais, totalizando 2,9 Km2. Considerado o mais importante acervo da arquitetura colonial existente em Pernambuco. É por suas ruas e ladeiras que acontece o famoso carnaval de Olinda.